Está a ler o arquivo 2005-2009 do Beijós XXI. A partir de 2010, o blogue passou a ser publicado no endereço http://beijozxxi.blogspot.com

quarta-feira, 5 de julho de 2006

Artigos de Beijosenses, Publicados nos 'Média' - 2

Para ler deve clicar no artigo, após a imagem aumentar deve voltar a clicar no botão que aparece no canto inferior direito, obrigado


Francisco Abílio Abrantes
Página Beirã, 08NOV1990


8 Beijos:

Vadio disse...

Parece que continua tudo na mesma!!

imigrante disse...

Sim: Quando de ferias na Madeira, tive que ir a seccao de financas, da cidade de Santana.Tentar obter uns documentos, que apenas sao foto-copias.A funcionaria com o indiador em riste, depois de dar duas ou tres voltas. Diz!... so para a outra semana. Tive que abrir as guelas. Isto numa Quarta-Feira,pedi para estarem prontas, Sexta-Feira. Na Sexta-Feira seguinte, nao estavam prontas. Mas estava la a chefa,dirgiu-se a mim, com modos pouco dignificantes. Apenas acrescentei, a Sra. e uma fucionaria publica para servir o publico, nao para se servir do publico.Trinta minutos mais tarde e depois de ter pago antecipadamente, sai com as copias na mao.Mas querem aumento do ordenado.Salasar morreu, mas o fantasma continu-a.

beijokense disse...

Tudo na mesma, é um exagero!
Há menos necessidade de pedir fotocópias, há cada vez mais assuntos que podemos tratar sem lidar com os funcionários do "tesouro"... e já poderíamos ter andado mais depressa, não fosse a resistência dos funcionários, mas, também, dos contribuintes.

Beirão disse...

O grande problema é que há funcionários que cada secretária tem um rei atrás, cada reizinho tem um tirano a chefiá-lo.
Muitas das chefias tratam os seus subordinados como se fossem mentecaptos e normalmente, ao fim de alguns anos, eles correspondem.

imigrante disse...

Dentro de dias faz trinta anos. Parece que foi ontem, que assentei praca nesta terra. Em portugal tudo se alterou.Mas ha uma classe, que continua a emperrar o desenvolvimento do pais. A cerca de dois anos fui tirar um certificado de obito.Neste pais U.S.A.dei as indicacoes e eles entregaram-me o documento.Um minuto foi o suficiente.
No dia seguinte, fui entrega-lo no consulado portugues em Sao Francisco. Para chegar ao destino,
foram necessarios catorze mezes.
Estaram digitalizados esses sevicos
em Portugal? Comentarios para que!...

Ricardo Santos disse...

LINK


Beijokense as realidades de LISBOA/COIMBRA/PORTO são diferentes da realidade do CARREGAL DO SAL

Ricardo Santos disse...

Beijokense escreveu:
Tudo na mesma, é um exagero!

Não deve andar muito longe!!!!!!!!!!!


Beijokense escreveu:
Há menos necessidade de pedir fotocópias

Felizmente já é possivel ao antoniopovinho ter um scanner/fotocopiadora em casa.
<


Beijokense escreveu:
e já poderíamos ter andado mais depressa, não fosse a resistência dos funcionários

Aqui estou de acordo, se os funcionários resistissem a "meter" conversa de "chacha" e atendessem o utilizador o mais depressa possivel isto andava mais depressa.

Sílvia disse...

Sr imigrante: não será um pouco de frustração isso tudo? talvez por não fazer parte dessa tal classe? É que faz parte da história deste país que tanto menosprexa sentir-se inveja daquilo que nunca se conseguiu ser. E a inveja para com os funcionários públicos sempre se sentiu em certo tipo de pessoas.

Já agora, se não gosta de Portugal, escusa de voltar, so queremos pessoas que gostem de contribuir para o desenvolvimento de Portugal, não de pessas que o deitem abaixo.

Enviar um comentário