Está a ler o arquivo 2005-2009 do Beijós XXI. A partir de 2010, o blogue passou a ser publicado no endereço http://beijozxxi.blogspot.com

terça-feira, 12 de dezembro de 2006

Documentos antigos de Beijós - 2


O IMT em 1859
1008 reis de imposto pagou Luiz Marques «de compra que fes a Marcelino Jose Ignacio, e sua mulher, da Povoa de Santo Antonio, de duas sortes de Castanheiros com duas oliveiras, sitas às Ruçádas limite de Beijoz, que partem com Manoel d'Abrantes d'este lugar, e com Joaquim Marques e Antonio Marques, ambos da Povoa de Santo Antonio, ambas pelo preço de dezanove mil e duzentos reis».

1008/19200=5,25% era pesado tendo em conta os serviços que o Estado prestava na altura!

Links:
Docs antigos - 1

3 Beijos:

Beirão disse...

1008 reis pagou pela Siza da compra das "Ruçádas"...

Bem caro este imposto, hem!

Beirão disse...

Beijoz

Vizeu

roger.a disse...

Com estas taxas, em letra bem feitinha, está explicada a tradição genética da fuga aos impostos em Portugal.
...E qual teria sido o verdadeiro valor da compra?
Àquela data o valor era "REAL", certamente.

Enviar um comentário