Está a ler o arquivo 2005-2009 do Beijós XXI. A partir de 2010, o blogue passou a ser publicado no endereço http://beijozxxi.blogspot.com

quarta-feira, 26 de julho de 2006

Fotos antigas de Beijós e suas Gentes - 31

Abade Arcipreste da Diocese de Viseu



n. 1831

f. 1916

Nome: António Rodrigues de Sousa Marques

15 Beijos:

Anónimo disse...

Antonio Campos:

Beirão disse...

Abade Arcipreste.

Anónimo disse...

E fez alguma coisa que (arci)preste?

Malmequer disse...

Gostava de conhecer mais dados sobre esta figura de Beijós.

Quais os seus parentes?

A que família pertencia?


Casa ou casas onde morou já que, creio eu, ainda não existia a actual casa do padre frente ao adro?

Anónimo disse...

Abade Monteiro

António disse...

O Abade Arcipreste era o padrinho do Dr. Deusdado e de Dona Ana de Castelo Branco, morou na casa que hoje pertence ao Dr. António Abrantes.
O Abade Arcipreste era senhor de grande parte das terras em Beijós.
Foi ainda ele quem mandou iniciar a construção de uma casa na Rua da Igreja, no sentido de convencer a regressar à terra natal os seus sobrinhos Caldeira e Ana de Castelo Branco, emigrantes bem sucedidos no Brasil. Casa essa que viria a pertencer a António Rodrigues Nunes.

Anónimo disse...

Sempre mandou fazer alguma coisa que (arci)preste

malmequer disse...

Qual o nome dele, completo? Era Monteiro ou Campos ou ambas as coisas?
Monteiros eram os donos daquele prédio alto a sul da igreja onde, no inicio do século XX, salvo erro, funcinou a escola primária.

A actual escola primária foi construida em 1932 (toda a gente sabe...está lá numa placa).

O Abade Acipreste pertencia a essa família? Quantos padres (nomes?) havia nessa família?

Ché disse...

Onde está esse prédio que era a casa do meu avô, chama-se quelha do Arcipestre.

jbatista disse...

essa casa do Nunes foi agora reconstruida. E dessa que estamos a falar, certo?

António disse...

Certo JBatista.

beijokense disse...

@António,
não sabes o nome deste senhor?

A hipótese de ser um dos padres Monteiro tem de ser descartada - Luiz Coelho Monteiro Machado nasceu c. 1811 e o Abade António Coelho Monteiro Machado c. 1813.

António disse...

Vou tentar saber, minha tia Camila dos Anjos Nunes, deve saber com certeza.

beijokense disse...

Os padrinhos oficiais de D. Ana Castelo Branco foram Manuel Rodrigues e sua mulher Maria Bernarda, do Lobão; por isso, não pode ter sido o arcipreste.

Os padrinhos de Deusdado, ainda não encontrei. O seu pai é que teve como padrinho o vigário de Beijós na época do seu baptismo, que era João da Costa Campos; será este o arcipreste??

beijokense disse...

Segundo este informante, o arcipreste era irmão da minha tetravó Mª José d'Allegria e da trisavó do António, Maria Joana da Natividade Sousa Marques.

Era um grande proprietário, que deixou a maioria das propriedades ao Dr. Deusdado.

Segundo as minhas investigações, chamava-se António Rodrigues de Sousa Marques e foi pároco de Beijós e de Papízios.

Enviar um comentário