Está a ler o arquivo 2005-2009 do Beijós XXI. A partir de 2010, o blogue passou a ser publicado no endereço http://beijozxxi.blogspot.com

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Famílias de Beijós - Peixeira

Creio que não haverá apelido mais beijosense do que Peixeira. Mais de 90% dos Peixeiras que habitam este mundo têm uma raiz comum em Beijós. No entanto, o apelido tem origem numa cabanense, Maria Rosária de Campos, que ganhou o apelido Peixeira, ao que tudo indica, devido à profissão de sua mãe, Maria Bernarda de Campos. Rosária casou em 1783 com o beijosense José Marques, tendo o casal estabelecido residência em Beijós.
Dos cinco filhos, apenas consegui identificar descendência de um, João Marques Peixeiro, nascido em 1790, casado com Maria Paes d'Abrantes, ambos falecidos no Outono de 1823, provavelmente de uma gripe (?), tendo deixado dois órfãos, João com 10 anos e Maria com sete. Os órfãos passaram por grandes dificuldades e perderam parte do património que deveriam ter herdado.

João Marques Peixeira viria a casar em 1838 com Bernarda Maria de Jesus Marques, que também morreu cedo, aos 33 anos, tendo deixado três órfãos de mãe:

  • José Marques Peixeira, n. 1840, c. c. Teresa Marques de Jesus e tiveram (pelo menos) nove filhos, dos quais conheço descendência em quatro:
    Maria José, c. em 1898 c. João de Almeida, de quem teve: António Almeida, Ana Almeida, Maria Madalena, Sebastião Marques de Almeida, João José de Almeida e Hermínio Almeida.
    António Marques Peixeira, c. em 1910 c. a prima Maria Alexandrina e tiveram: António Marques Peixeira, José Marques Peixeira e João Marques Peixeira (Rocha).
    Sebastião Marques Peixeira c.c. Maria do Espírito Santo e tiveram: Alexandre Marques Peixeira, José Marques Peixeira, Maria Rufina Peixeira e Ema do Espírito Santo.
    Jacinta Marques Peixeira c.c. o músico cabanense José Pires da Fonseca, de quem teve: Maria da Anunciação Marques da Fonseca, Delfim Marques da Fonseca, José Marques da Fonseca e António Marques da Fonseca.
  • António Marques Peixeira, n. 1846 c.c. Maria José de Abrantes e tiveram 10 filhos, dos quais conheço descendência em sete:
    Maria da Conceição c. em 1899 c. Alexandre da Costa, de quem teve: Feliz da Costa, José da Costa, Maria do Céu Costa, Maria Amélia Costa, André da Costa e Maria Irene Costa.
    João Marques Peixeira c.c. Maria da Piedade e tiveram: Maria Rosa Peixeira e Gracinda de Jesus Marques Peixeira.
    Margarida de Jesus c.c. João Pais Baptista, de quem teve: Adelino Baptista, José Baptista, João Marques Baptista, Agostinho Baptista e António Baptista.
    Maria Alexandrina c.c. o primo António Marques Peixeira, já referido.
    Lucinda Marques Peixeira c.c. António d'Almeida Casimiro, de quem teve: João Marques Almeida, Maria da Conceição Almeida e Maria da Nazaré Almeida.
    Alexandre Marques Peixeira, c.c. ?? e tiveram: José Marques e Maria de Lurdes da Fonseca.
    Amélia Marques Peixeira c.c. António Pais Batista, de quem teve: Isabel Marques Batista, Albertino Pais Batista, Bernardino Pais Batista, João Pais Batista e António Marques Batista.
  • Agostinho Marques Peixeira n. 1849 c. em 1874 com Margarida Perpétua d'Abreu e tiveram (pelo menos) oito filhos, dos quais conheço descendência em sete:
    José Cardoso Marques Peixeira c.c. Leonor Coelho do Amaral s.g. tendo posteriormente emigrado para o Pará, onde teve (pelo menos) Eliseu Farias Peixeira, Dulce Marques, Emar Marques e João Marques.
    Maria da Anunciação c.c. António Rodrigues Nunes, de quem teve: Camila dos Anjos Nunes, Maria da Paz Nunes, Vasco Rodrigues Nunes e Alda Augusta Vitória Nunes.
    Maria Amélia Marques Peixeira c.c. Agostinho Sousa Abrantes, de quem teve Maria da Anunciação Abrantes Peixeira.
    Maria da Natividade c.c. João Pais e tiveram: José Pais (Bernardo), Alexandre Pais, e Júlia Pais.
    Albino Marques Peixeira c.c. Albertina dos Prazeres Coelho de Moura e tiveram: Maria Amélia Coelho Marques, Arnaldo Coelho Marques, Maria dos Prazeres Coelho Marques e Alexandre Coelho Marques.
    Maria Júlia Marques Peixeira c.c. Agostinho Mendes, de quem teve: Irene Judite Mendes, Álvaro Peixeira Mendes e José Victor Mendes.
    Maria de Nazaré c.c. o primo Agostinho Baptista, acima referido, de quem teve Maria Amélia Batista.

Maria Pais Marques Peixeira viria a casar por duas vezes. Do segundo casamento, com João Marques dos Santos, a descendência está ainda em estudo. Antes, casara em 1848 com Domingos Paes d'Abrantes, que perfilhou (pelo menos) cinco filhos:

  • Jacinta n. 1834 e f. criança.
  • João n. 1844 (sem mais info)
  • José n. 1847 (sem mais info)
  • Margarida de Jesus c. em 1862 c. Manuel Bernardo cuja descendência foi descrita em post anterior.
  • Maria Paes Peixeira c. em 1859 c. José de Abrantes de Campos do Couto Pexim e tiveram (pelo menos) quatro filhos, dos quais conheço descendência em três:
    António Abrantes Couto c.c. Ana do Sacramento Gouveia e Mello e tiveram Alfredo de Melo Abrantes Couto.
    Maria de Jesus Paes Peixeira c.c. António Gomes de Loureiro e tiveram: João Baptista Gomes, Maria Amélia, Ana de Jesus Peixeira, Bernardino Gomes, António Gomes de Loureiro, Maria do Carmo Gomes, Gracinda Peixeira e Maria da Encarnação Gomes.
    Luciana da Ascensão Fonseca c.c. José Antunes Pereira, de quem teve Maria de Jesus, António Antunes Pereira e Alexandre Antunes Pereira. Teve ainda, de seu genro José Pereira Roldão, uma filha chamada Alcina da Ascensão.

11 Beijos:

Beirão disse...

Excelente trabalho.

5 *****

Ché.76 disse...

De facto uma grande familía.

Micas disse...

Os Peixeiras somam e seguem!

Muito obrigada pela grande investigação.

roger.a disse...

é sempre interessante conhecer detalhes dos antepassados.Muito obrigado.

Willoughby disse...

Temos que dar razão a um cidadão de Beijós, que já não está entre nós. Ele, quando conversava connosco, sempre nos tratava por "Parente".
Não há dúvida que, em Beijós, somos todos Parentes.
Obrigado!
Muito importante... para sabermos de onde viemos...

Anónimo disse...

somem e seguem com a Graça de Deus.
Uma investigação de 5 estrelas
ANA PAULA FERNANDES

Nuno disse...

Notável trabalho de investigação!

Micas10 disse...

Alguns dos Peixeiras do Brasil estão aí a chegar!

amanda disse...

Ok. muito bom o trabalho de pesquisa da familia Peixeira. Aqui em Belém do Pará, em Icoaraci, também tem descendente de Elizeu Farias Peixeira. Abraços, Evaldo Farias |Peixeira.

Carlos Peixeira Marques disse...

Abraços para Icoaraci.

Se quiser trocar mais informações da família Peixeira pode contactar-me para peixeira2003 @ yahoo.com.br

Priscilla disse...

Belo trabalho,sempre tive muita curiosidade sobre minha família e descendentes,meu pai é Gabriel Farias Peixeira,filho de Elizeu Farias Peixeira.
Abraços:
Priscilla Peixeira

Enviar um comentário