Está a ler o arquivo 2005-2009 do Beijós XXI. A partir de 2010, o blogue passou a ser publicado no endereço http://beijozxxi.blogspot.com

terça-feira, 17 de março de 2009

primeiro candidato invisual a uma eleição autárquica no Porto

"Elogiado por Marcelo Rebelo de Sousa pela coragem de avançar contra os preconceitos, António Mourão teve apoio esmagador em Cedofeita.

O socialista António Mourão é o primeiro invisual a disputar umas eleições autárquicas na cidade do Porto, procurando retirar a Junta de Freguesia de Cedofeita à coligação PSD-CDS. A entrada de António Mourão na política, em 2006, foi na ocasião saudada por Marcelo Rebelo de Sousa, no seu programa dominical, como um acto de coragem, dados os preconceitos ainda existentes na sociedade portuguesa.
"Marcelo falou com muita propriedade. Só quem cá anda é que sabe. Há de facto ainda muita dificuldade em aceitar a diferença, muito preconceito", disse ontem à Lusa António Mourão. Este professor de Filosofia no ensino secundário foi em 2006 eleito presidente da secção de Cedofeita do PS com mais de 60 por cento dos votos.

(...)

António Mourão admite ter pela frente um desafio difícil, já que nas últimas autárquicas o PS ficou-se naquela freguesia pelos 27,8 por cento, enquanto a coligação PSD-CDS obteve 50,5 por cento. Mas o candidato diz confiar no facto de haver já muita gente que o conhece na freguesia - nomeadamente porque deu aulas em dois dos seus principais liceus, o Carolina Michaëlis e o Rodrigues de Freitas - e na sua capacidade de convencer os mais de 24 mil eleitores de Cedofeita na ronda de contactos que pretende fazer porta-a-porta."

Fonte: Ler para Ver

Notícia enviada por Francisco

2 Beijos:

monstro das bolachas disse...

Num país em que:
O Presidente do Conselho é autista;
o Governador do Banco de Portugal é amblíope;
o Ministro do Ensino Superior é Gago;
a maioria dos deputados são cifóticos;

qual é a relevância bloguística de um cego ser canditato a presidente da junta?
:)

Anónimo disse...

Socos, cadeiras pelo ar e ameaças de morte. Foi assim que acabou, ontem à tarde, a eleição para o secretariado do PS da Sé do Porto, na sede da secção. As duas facções em luta pela candidatura à presidência da Junta de Freguesia envolveram-se em cenas de pancadaria.

O PS-Porto ainda não escolheu o candidato à Junta da Sé, devido à acusação de desvio de dinheiro pelo actual executivo.

Enviar um comentário