Está a ler o arquivo 2005-2009 do Beijós XXI. A partir de 2010, o blogue passou a ser publicado no endereço http://beijozxxi.blogspot.com

sábado, 23 de fevereiro de 2008

Museu Virtual Aristides de Sousa Mendes inaugurado na Assembleia da República

O Museu Virtual Aristides de Sousa Mendes foi inaugurado na biblioteca da Assembleia da República a 19-Fev-2008, precisamente 20 anos depois do heroico diplomata ter sido reabilitado por unanimidade pelos Deputados.

A apresentação foi feita por Luisa Pacheco Marques que coordenou o projecto, e contou com tambem coom a intervenção da historiadora Irene Flunser Pimentel.

O Senhor Ministro da Cultura José Pinto Ribeiro e o Senhor Presidente da Assembleia da República Jaime Gama falaram sobre a importância de guardar a mémória de Aristides de Sousa Mendes e do seu acto altruístico.

Como qualquer museu de pedra e cal, o novo museu virtual, que está disponível on-line em http://mvasm.sapo.pt/, consiste em dois componentes
- A exposição que apresenta a história do Acto de Consciência de Aristides Sousa Mendes ao longo de 3 corredores, o Corredor da Guerra, o Corredor da Fuga, e o http://mvasm.sapo.pt/corredor3/

- A base de dados de conhecimento e centro de documentação que contém imagens digitais de documentos valiosos da época, ligações e bibliografia relevante para quem quer saber mais.

A exposição contém imagens inéditas do que foi o "Caminho da Esperança" incluindo um filme da chegada de alguns refugiados a Vilar Formoso a receber sopa oferecida por populares, e outro filme do embarque de um grupo de crianças refugiadas no Porto de Lisboa.
Neste evento foi também assinado o Auto de Entrega do Espólio Digital do Museu Virtual Aristides de Sousa Mendes pela Direcção Geral das Artes, um dos promotores do projecto à Biblioteca da Assembleia da República, onde fica permanentemente disponível para consulta pública.
A cerimónia foi muito concorrida, contantno com uma grande assistência de familiares de Aristides de Sousa Mendes, de responsáveis da Fundação Aristides de Sousa Mendes e de muitos outros amigos de Sousa Mendes, terminou com um Porto de Honra.

1 Beijos:

A Abrantes disse...

Esta ideia de um Museu Virtual é excelente. Já percorri parte do site e é visivel um trabalho muito válido de pesquisa histórica, nomeadamente com a reprodução de pequenos filmes que as autoras do Museu encontraram na Cinemateca portuguesa e nos estúdios de Spildeberg, em Nova Iorque, por exemplo.

Arrancar da poeira dos tempos preciosidades documentais que agora podemos ver sentadinhos em nossas casas é, de facto, um belo trabalho que merece todo o nosso aplauso.

Porém, acho que é licito continuar a esperar que um outro Museu sobre Aristides de Sousa Mendes e a sua acção humanitária venha a ser uma realidade e, obviamente, em Cabanas de Viriato, com a reconstrução da Casa do Passal e da belíssima quinta que a envolve.

Embora a Casa do Passal seja, há quase dez anos, propriedade da Fundação Sousa Mendes, continuo a pensar que a Câmara Municipal de Carregal de Sal, que também faz parte da Administração da Fundação, tem muita responsabilidade pela letargia desse projecto.

No concelho de Carregal do Sal e não só continua a haver muita boa gente interessada em esquecer e fazer esquecer Sousa Mendes e a sua acção sublime, mesmo que nos queiram fazer perceber o contrário.

Será que o vão conseguir?

A Abrantes

Enviar um comentário