Está a ler o arquivo 2005-2009 do Beijós XXI. A partir de 2010, o blogue passou a ser publicado no endereço http://beijozxxi.blogspot.com

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Cáritas de Beijós, Uma Mão Amiga - 3



Porque a solidão é má companheira, na Cáritas de Beijós há Uma Mão Amiga.



Cáritas Paroquial de Beijós
Apoio Domiciliário a Idosos
Rua Abade Pais Pinto
Beijós
3430-521 Carregal do Sal


Tel: (00351) 232 672 047






Nas excelentes condições que tem a cozinha, ultimam-se os preparativos para servir o almoço.













- O melhor é irem entrando, meus amigos, não deixem arrefecer a sopa...






Cada um no seu lugar, nada de confusões, hem...












...então vamos lá, que isto de posar para fotografias também dá fome.

31 Beijos:

Jonas disse...

Fiquei satisfeito por ler da nobre satisfação de quem presta um nobre serviço. Conheço as pessoas constantes nas fotos e, pelo seu honesto e laborioso trabalho que todos conhecemos do seu passado, penso que elas merecem todo o apoio possível.
Parabéms a todos aqueles que manifestam brio e satisfação no exercício de tão nobres causas. Todos necessitamos de calor humano.

Anónimo disse...

� uma vergonha um homen como o senhor Bernardino foi e � n�o merecia estar nas caritas...

António disse...

Eu quero um dia usufruir do serviço prestado pela Cáritas de Beijós.

É um serviço muito digno, muito mais digno do que o pensar de algumas cabeças mal dizentes.

Por norma não me manifesto a comentários de anónimos, ainda que ache que têm direito a opinião todos quantos entendem contribuir para o debate livre de ideias, mas...

Este comentário deste senhor anónimo quase me tira do sério.

Tenho a dizer que, infelizmente, o que apetece é simplesmente dedicar-me à minha vida e deixar isto de fazer um blogue para a nossa Terra que muito amo.

É como profunda mágoa que manifesto o meu total desalento ao fim de mais de 1000 horas de trabalho para a causa do Beijós XXI.

Sonhei um dia que pudéssemos construir um espaço onde:
- nos sentíssemos bem;
- nos orgulhássemos de pertencer;
- nos escutássemos de forma respeitosa;
- nos olhássemos com admiração pelo contributo que cada qual entendesse prestar em prol de uma aldeia mais bela e de melhor qualidade de vida;
- pois, porque a qualidade de vida se mede muito mais pela paz e respeito pelo semelhante do que pela capacidade aquisitiva de bens;
- é triste, mas só me apetece usar do poder que tenho e apagar este comentário deste senhor que se entretem a lançar intriga e mau ambiente por onde passa;
- só não apago este lamentável e desprezível comentário anónimo porque isso era ser igual a ele, era baixar ao seu nível, era dar razão aos terroristas.

Senhor anónimo faço muita questão, de que caso entenda continuar a entrar neste Blogue, que queremos de pessoas de bem, limpe os pés à entrada e reconheça que errou peça humildemente perdão a quem ofendeu.

- de mim, se me conhecer, aceite o meu completo desprezo.

bunny disse...

é caso para dizer: Antonio muito bem «dizido»..lol
tomara um dia o sr anonimo um dia ter uma instituição, seja ela qual for, para o acolher.....

jbatista disse...

vergonha senhor cobarde anónimo e nao ter lata para dar a cara. Vergonha é esconder-se atrás de um monitor para fazer comentários imbecis. Bastava ser um bocadinho mais inteligente para perceber que vale muito mais o convivio, as conversas, as recordações de tempos idos do que estar fechado em casa, sem ninguem para comunicar. Tenho muito orgulho no meu avô, no que é, em tudo o que fez e me ensinou. Infelizmente já não é o que foi. As memorias recentes vão-se apagando. Aos poucos apenas sobram as antigas. O convivio ajuda a exercitar a memoria. Vai ajudando a manter alguma lucizez. Acho muito bem que vá para a Cáritas e é uma regalia termos essa instituição na nossa terra

José Loureiro disse...

não será necessario ninguem chatiar-se pois eu apenas tenho uma coisa para dizer ao exmº senhr (anormal) queria eu dizer anonimo :
não vale a pena ter inveja do senhor Bernardino pois ao que se vê a cáritas não esta repleta ainda aceita mais inscrições como vê não é motivo para inveja será só inscrever-se e no final pagar a parte que lhe compete, desde é claro não venha com todo esse mau humor para tentar matar os idosos rapidamente tenha calma e dê o c com alma

roger.a disse...

ESPÉCIES PARA EXTINÇÃO;

Este espaço é desde o seu início um lugar de encontro de pessoas que têm algo em comum, e que tem tido o sucesso que conhecemos à custa de muito trabalho, quase sempre de poucos, mas sobressaindo um conjunto de qualidades e valores, que normalmente distingue o SER humano de outros "bichos".

Apesar de tudo, temos de nos felicitar por as novas tecnologias terem permitido, lamentavelmente, dar voz a humanoides.Contudo, sendo talvez o preço a pagar, o saldo parece-me muito positivo.

Que ninguém altere o seu rumo pelo facto de, quando em vez, aparecerem ovelhas que nenhum pastor gostaria de ter no seu rebanho. Oxalá em breve se tornem espécies em rápida extinção.

an disse...

EM TUDO CONCORDO COM O ANTÓNIO.FOI UM COME
NTÁRIO QUE OFENDE QUEM TRABALHA NA CÁRITAS E QUEM DELA DEPENDE DE ALGUMA FORMA (TRABALHO DOMICILIÁRIO OU MESMO DIRECTO). ESPERO APENAS QUE ESTE ANÓNIMO TENHA CAPACIDADE FINANCEIRA PARA MANTER UM EMPREGADA EM CASA QUANDO LHE FOR PRECISO, ESPERANDO É CLARO, QUE ELA O TRATE COM O MESMO CARINHO QUE TENHO VISTO OS IDOSOS SEREM TRATADOS NA CÁRITAS DE BEIJÓS.

Anabela Pais Batista disse...

O blog Beijós XXI deveria ser um meio de comunicação, divulgação, aprendizagem, actualização e crescimento de pessoas.

- sugestão:

. Critique mas identifique-se, ou tem medo de dar a cara?

. Estude e actualize os seus conhecimentos de geriatria, gerontologia e dignidade humana, de certo que tem muito para aprender...

Willoughby disse...

"Anónimo disse...

� uma vergonha um homen como o senhor Bernardino foi e � n�o merecia estar nas caritas...
27-11-2007 22:18"
------
Como interpretar, literalmente, este comentário?

Já agora o autor poderia esclarecer as dúvidas que suscita:
"...não merecia..."

Isabel Clara disse...

Há um ditado que diz :VOZES DE BURRO NÃO CHEGAM AO CÉU" e outro que diz que "CONVERSAS CHOCHAS, OUVIDOS MOCOS",portanto o que o sr.anónimo que de sr não tem nada,tem é uma péssima formação e uma enorme falta de educação e respeito pelos outros .
Não vale a pena ligar a estes comentários, mais vale egnora-los.
Oxalá que no dia em que nessecitar, a CÁRITAS DE BEIJÓS, lhe estenda a mão por caridade, porque com esse mau feitio mais ninguem o fará.

Anónimo disse...

Olhem lá..Mas o que é que isso tudo tem a ver ?? Querem falar disso, falem pessoalmente, nao venham para aqui lavar a roupa suja!!
São pessoas bem crescidinhas para resolverem as contendas cara a cara como gente civilizada , espero eu.

Willoughby disse...

"Anónimo disse...

� uma vergonha um homen como o senhor Bernardino foi e � n�o merecia estar nas caritas...
27-11-2007 22:18"
------
"Anónimo disse...

Olhem lá..Mas o que é que isso tudo tem a ver ?? Querem falar disso, falem pessoalmente, nao venham para aqui lavar a roupa suja!!
São pessoas bem crescidinhas para resolverem as contendas cara a cara como gente civilizada , espero eu.
01-12-2007 19:47"
-------
Analisando coisas destas, dá para pensar com que gente é que se lida!
Será que isto terá sido feito pelo mesmo autor?

Há aqui gente que sempre procurou criar a confusão!

Será que estes comentários também se enquadram naquela máxima, como bem devem estar lembrados, que, outrora aqui foi revelada?

Passo a citar: "...sem lenha não se aquece o forno...":))))

Willoughby disse...

"António disse...
(...)
Senhor anónimo faço muita questão, de que caso entenda continuar a entrar neste Blogue, que queremos de pessoas de bem, limpe os pés à entrada e reconheça que errou peça humildemente perdão a quem ofendeu.

- de mim, se me conhecer, aceite o meu completo desprezo.
28-11-2007 0:33"
------
António, como aplicar isto?

"(...)
- de mim, se me conhecer, aceite o meu completo desprezo."

Tantas vezes, temos inimigos nos melhores amigos e por muito que os olhemos não conseguimos vê-los!

Willoughby disse...

"Willoughby disse...

"António disse...
(...)
Senhor anónimo faço muita questão, de que caso entenda continuar a entrar neste Blogue, que queremos de pessoas de bem, limpe os pés à entrada e reconheça que errou peça humildemente perdão a quem ofendeu.

- de mim, se me conhecer, aceite o meu completo desprezo.
28-11-2007 0:33"
------
António, como aplicar isto?

"(...)
- de mim, se me conhecer, aceite o meu completo desprezo."

Tantas vezes, temos inimigos nos melhores amigos e por muito que os olhemos não conseguimos vê-los!

01-12-2007 21:42"
------
Por isso é bem certo este provérbio:

Defendei-me Senhor das traições dos meus amigos, porque das, dos meus inimigos eu consigo precaver-me!

António disse...

Willoughby,
Não entendo as tuas questões dirigidas a mim.

Queres fazer o favor de ser mais claro?

Peço-te ainda que, não faças corte e colagem de comentários de outros comentadores, pois, a mim dificulta seguir o teu raciocínio, se puderes fazer um comentário ou questão com texto corrido agradeço.

Anónimo disse...

Willoughby disse...

"Anónimo disse...

� uma vergonha um homen como o senhor Bernardino foi e � n�o merecia estar nas caritas...
27-11-2007 22:18"
------
"Anónimo disse...

Olhem lá..Mas o que é que isso tudo tem a ver ?? Querem falar disso, falem pessoalmente, nao venham para aqui lavar a roupa suja!!
São pessoas bem crescidinhas para resolverem as contendas cara a cara como gente civilizada , espero eu.
01-12-2007 19:47"
-------
Analisando coisas destas, dá para pensar com que gente é que se lida!
Será que isto terá sido feito pelo mesmo autor?

Há aqui gente que sempre procurou criar a confusão!

Será que estes comentários também se enquadram naquela máxima, como bem devem estar lembrados, que, outrora aqui foi revelada?

Passo a citar: "...sem lenha não se aquece o forno...":))))

01-12-2007 21:30


Willoughby nao sao a mesma pessoa verifica o post do cepo e da flor e entenderás a visada entendeu.para quem ficou escandalizada com a discussao no post do cepo e da flor o tipo de comentario que fez neste e diferente do que fala.e so falou no outro depois de se saber o que realmente se passou e so no fim e que veio dar uma de boa samaritana...

andré disse...

nao sei porque ´se critica tanto os anonimos, se a maior parte dos comentadores utiliza um nome que muitas vezes ninguem sabe quem sao...

António disse...

Anabela Pais Batista,
Bem-vinda ao Beijós XXi,
Mande Beijós a toda a Gente.

Willoughby disse...

> Realmente!:)

> Entendi!:)

> Se não houvesse internete, seguramente, que o Mundo não chegava a saber de muitas misérias. :D

Willoughby disse...

António, os meus comentários jamais visaram afrontar-te, nem a ti nem a quem quer que fosse!

Gostei da tua intervenção, pelo menos nas partes que destaquei. Todavia, naquilo que realçaste e que eu transcrevi, não se me afigura ter aplicação, talvez porque eu ainda não consegui identificar o "anónimo" autor dos infelizes comentários.

Estou a notar que os anónimos conhecem-se uns aos outros. Não será verdade isto?

Eu não consigo entender, porque razão estes anónimos ousam vir ao Blogue censurar as pessoas e denegrir as instituições.

Fiquei muito triste com as coisas que originaram este meu comentário:
"Willoughby disse...
"Anónimo disse...
� uma vergonha um homen como o senhor Bernardino foi e � n�o merecia estar nas caritas...
27-11-2007 22:18"
------
Como interpretar, literalmente, este comentário?
Já agora o autor poderia esclarecer as dúvidas que suscita:
"...não merecia..."
30-11-2007 23:49"
____________________
Tenho o maior respeito e consideração pelo Tio Bernardino e pela Família!
Jamais aceitarei que ele seja censurado por beneficiar dos serviços e do convívio da "CÁRIATAS" de Beijós!

Mas, quando se diz: "...não merecia..." posso interpretar de várias maneiras.
1.ª O Tio Bernardino "...não merecia..." estar na Cáritas, por a sua postura ser, porventura, censurável?
2.ª O Tio Bernardino "...não merecia estar na Cáritas..." por a instituição se destinar somente a pessoas pobres?
3.ª O Tio Bernardino "...não merecia estar na cáritas..." por a instituição se destinar exclusivamente a pessoas que não tenham família?

Enfim!
Muito mais haveria a perguntar.

Eu conclui e, seguramente, que a maior parte dos leitores tiraram a mesma ilação, que, consciente ou inconscientemente, o autor do famigerado comentário quis censurar os familiares do Tio Bernardino!

Ninguém tem o direito de pôr em causa quer a dignidade do Tio Bernardino, quer a da sua família.
Se o tio Bernardino acolheu, outrora, o ADELINO ERNESTINO; as filhas todas deram continuidade ao gesto dos Pais e por ele zelam, capazmente, como se fosse sangue do seu sangue, evitando que o Adelino andasse pelas ruas a estender a mão à caridade para se vestir, calçar, alimentar e cuidar.

As Filhas e os Genros do Tio Bernardino jamais consentiriam que o Pai andasse a estender a mão à caridade. Todos são competentes e idóneos para amparar este seu ente-querido que lhe resta e ninguém duvide que a vontade de todos era de o ver junto deles, porque é sem dúvida o seu Ídolo.

O Tio Bernardino não beneficia da Cáritas por ter sido votado aos ostracismo.
Ele beneficia da Cáritas porque tem necessidade, como já ficou dito noutros comentários, de manter o seu convívio com pessoas da sua época, porque melhor o compreendem por saberem do seu passado e terem possibilidade de comentar os seus feitos ao longo da vida.Ele também dá o seu melhor, não tenham dúvidas, para proporcionar aos restantes utentes um são convívio que será o melhor dos muitos remédios a que estão sujeitos nestas idades.

Por tudo isso, comungo da opinião do António, deixo a minha humilde sugestão para o autor do comentário, não lhe ficará mal redimir-se do seu erro e tratar deste assunto pessoalmente junto dos familiares do Tio Bernardino.

António disse...

Willoughby,
Respeito a tua opinião.

Mas, não percebo o que te faz pensar que o comentário tenha sido feito por um amigo meu. Podes dizer em que te baseias para supores isso?

No entanto reitero a minha firme convicção de que é perfeitamente intolerável a intenção destrutiva do indivíduo que escreveu o tal comentário.

A quem visou atacar e destruir?

1- O utente citado e sua família. - por alegadamente permitirem que fosse sujeito a condições de vida aquém das que aos olhos do detractor, merecia.
2- A instituição Cáritas Paroquial de Beijós, os seus dirigentes e respectivos funcionários. - sugerindo que a qualidade do serviço por eles prestada fique aquém do que seria de esperar na análise do dito indivíduo.
3- Os outros utentes e todos os seus familiares. - Pois ao não serem colocados no mesmo patamar que o citado, mereceriam o dito serviço que alegadamente tem baixa qualidade.
4- A minha pessoa e ao Beijos XXI. - porquanto eu ter postado várias vezes sobre a Cáritas, enaltecendo a sua missão e o trabalho de todos os seus funcionários, tendo sido publicadas várias fotografias dos utentes e dos funcionários.
5- Todas as famílias de Beijós. - Que se sintam condicionadas, na vontade de utilizar os serviços desta instituição, por indivíduos maldizentes os quais só estão bem a lançar suspeição e intriga.

O Beijós XXI não precisa de gente como o indivíduo que teve a ousadia de escrever tal maléfico comentário.
O Beijós XXI prescinde completamente, desse tipo de leitor e comentador, que não descansa enquanto não destruir o que com muito esforço e dedicação os Contributores do Beijós XXI têm vindo a conquistar.

Willoughby disse...

"Willoughby disse...
Analisando coisas destas, dá para pensar com que gente é que se lida!
Será que isto terá sido feito pelo mesmo autor?
Há aqui gente que sempre procurou criar a confusão!
Será que estes comentários também se enquadram naquela máxima, como bem devem estar lembrados, que, outrora aqui foi revelada?
Passo a citar: "...sem lenha não se aquece o forno...":))))
01-12-2007 21:30"
______________
"Willoughby disse...
(...)Tantas vezes, temos inimigos nos melhores amigos e por muito que os olhemos não conseguimos vê-los!
01-12-2007 21:42"
_______________
"Willoughby disse...
(...)Defendei-me Senhor das traições dos meus amigos, porque das, dos meus inimigos eu consigo precaver-me!
01-12-2007 21:49"
__________________________________
"António disse...
Willoughby,
Respeito a tua opinião.

Mas, não percebo o que te faz pensar que o comentário tenha sido feito por um amigo meu. Podes dizer em que te baseias para supores isso?
(...)
_________
António,

Mesmo que tivesse algo a dizer sobre a tua observação, podes crer que jamais o faria por este meio.

Fica tranquilo porque não tenho qualquer suspeita sobre quem quer que seja.

Mas perdoa-me a minha repetição:

"- Tantas vezes, temos inimigos nos melhores amigos e por muito que os olhemos não conseguimos vê-los!"
"- Defendei-me Senhor das traições dos meus amigos, porque das, dos meus inimigos eu consigo precaver-me!"

As minhas frases, que acabo de citar, são somente um alerta, para todos aqueles que, com boas intenções, vêm ler e deixar os seus comentários neste sítio, os quais por vezes são objecto de censura
desencadeada, cobardemente, por indivíduos sem escrúpulos, que gostam de injuriar as pessoas e denegrir o trabalho das instituições, de quem lá trabalha e de que as Administra.

E para concluir, quero dizer-te que a coisa mais triste e que mais revolta no meio disto tudo, e daí aquelas minhas frases, é não ter a certeza se aquele anónimo que ousou ser cobarde, faz parte do leque de amigos ou do dos meus inimigos.

Acalma-te e tem fé, porque eu ainda a não perdi e faço todos os possíveis para a preservar.

hawk76 disse...

Não vou comentar o assunto da polémica, apenas quero dizer que os administradores têm o poder de eliminar comentários provocadores(anónimos ou não)que despoletem "novelas" deste género.
Façam-no!!!! Já não seria a primeira vez! O que será preferivel, serem acusados de não respeitarem a liberdade de expressão, ou dar azo a polémicas?
Se optam por não o fazer, vão haver sempre casos destes...E se alguem quiser fazer mexericos da vida alheia? Mesmo que com mentiras? Só que levante duvidas, já é um problema....
Imaginemos que eu, anónimamente, digo que quem assaltou a Igreja foi o individuo X. Ou que a fulana A, anda a enganar o marido com o fulano B. Mesmo que eu o invente, as consequências podem ser graves, quem lê possivelmente acredita!!!!
Acho que este tipo de assuntos merece reflexão cuidada.
Manifesto ainda a minha total confiança na forma exemplar como "dirigem" este espaço, mas se não concordar nalgum ponto, fálo-ei.

beijokense disse...

Hawk76,
da minha parte já estou habituado a ser acusado (preso espero que não venha a ser!!!) por ter cão e acusado por não ter. Vivo bem com isso :)
O estatuto editorial diz que não podemos postar para diminuir ou de qualquer forma prejudicar a imagem de uma pessoa; na minha opinião, este princípio deveria ser extensível aos comentários, i.e. a Administração deveria eliminar os comentários que aparentemente visam prejudicar pessoas identificadas na sua vida privada (i.e. não se inclui nesta reserva o comportamento no exercício de uma função pública).

Alguns comentadores devem pensar que o Beijós XXI é um meio legítimo de controlo social, que antigamente se fazia quando se lavava a roupa (suja!) no rio e que ainda hoje se faz em determinados pontos estratégicos da aldeia :) Esse controlo até pode ser benéfico para a vida comunitária quando se faz boca-a-boca, mas pode ser um verdadeiro atentado quando se tenta fazê-lo através deste meio.

É preciso que a comunidade perceba que o Beijós XXI não pode ser um veículo de mexericos. Por incrível que possa parecer, já houve comentários do teor que sugeriste, e.g. uma senhora que aparece numa foto é "acusada" de ser um perigo para as mulheres beijosenses porque se atira a tudo o que é macho; disse-se de um senhor que aparece num post que já teria sido acusado de bater na mulher; de um outro que engravidou umas quantas... enfim, coisas desse género. Obviamente, assim que foram detectados, foram apagados.

Já a crítica ao funcionamento das organizações e seus responsáveis é legítima, mesmo que não seja razoável. P. ex. neste post alguém pode comentar que a Caritas presta um mau serviço, que é mal gerida, etc. Como alguém já disse, quem ocupar uma qualquer posição pública, seja na JFB, na ACDB, na Onda Viva, na Igreja, no Beijós XXI, o que mais certo tem é ser criticado... é a vida! :)


P.S. Quanto a este caso concreto, eu não cheguei a perceber a intenção do comentário que fez saltar a tampa ao meu compadre :) nem estou preocupado em sabê-lo.
Quero apenas acrescentar que o desprezo de que ele fala tem de ser entendido a nível pessoal. Eu penso que o Beijós XXI não despreza ninguém. Espero que o leitor volte sempre e que mude a sua atitude face à faculdade de comentar que o Beijós XXI lhe oferece - e que os outros leitores, blogueiros e administradores, todos possamos aproveitar o episódio para rever ou reforçar as nossas atitudes face ao desempenho dos nossos papéis.

hawk76 disse...

Estou esclarecido, não fazia ideia é que já tinham havido comentários desse género!!!!
Sugestão: Criem a "Palheira do mexerico", pode ser que as pessoas que fazem estes comentários, se "mudem" para lá.....

Willoughby disse...

"hawk76 disse...
(...) Sugestão: Criem a "Palheira do mexerico", pode ser que as pessoas que fazem estes comentários, se "mudem" para lá.....
03-12-2007 17:37"
*******************
Muito bem!:)
Mas quanto a mim será melhor criar um "CALHANDRO", porque poderá garantir mais emprego aos Calhandreiros/as.:D

beijokense disse...

Calhandro é uma marca registada no Penedo, nós já não podemos usar :(

Willoughby disse...

Mas o CALHANDRO já foi muito usado em Beijós, antes de 1982. Certamente o Penedo ainda não terá outro recurso.:))))

António disse...

Os comentários são livres tal como a critica anónima ou não.

"A crítica ao funcionamento das organizações e seus responsáveis é legítima, mesmo que não seja razoável. P. ex. neste post alguém pode comentar que a Caritas presta um mau serviço, que é mal gerida, etc. Como alguém já disse, quem ocupar uma qualquer posição pública, seja na JFB, na ACDB, na Onda Viva, na Igreja, no Beijós XXI, o que mais certo tem é ser criticado... é a vida!"
citei o Beijokense e subscrevo.

Neste caso concreto o comentário que me indigna vai para além de qualquer crítica, pois não aponta algo que funcione bem ou que funcione malem qualquer instituição ou na sociedade.

O desprezo de que falei não é, nem pode ser pessoal, pois não sei quem fez o comentário anónimo nem espero saber. O desprezo é ao conteúdo e ao alcance do comentário, pois como já acima disse, é destrutivo na sua génese, corroi a vida em sociedade pelos pontos que já indiquei, como tal é intolerável e não desculpável.

Eu penso que o Beijós XXI não precisa de quem subliminarmente passe mensagem "terrorista".

O leitor que fez tal comentário pode obviamente voltar e criticar o que quiser, até a minha conduta como um dos Administradores do Beijós XXI.

No entanto não aceitarei nunca, mensagem subliminar, redutoras da inteligência dos outros, que unicamente vise destruir a confiança das relações da vida em sociedade tal como a conhecemos.

Anónimo disse...

Quero elogiar todas as pessoas que trabalham na Cáritas de Beijós pelo seu empenho, carinho e respeito pelos seus utentes idosos, que procuram neste espaço o CONVIVIO e a PARTILHA de VIVÊNCIAS com pessoas que já conhecem. Não deixam, no entanto, a sua CASA, o seu QUARTO, os seus objectos pessoais e a sua FAMILIA. Isto é o ideal para o bem estar FISICO MENTAL e SOCIAL de qualquer idoso.
Todos os utentes e seus familiares devem continuar a ver a CÁRITAS uma Instituição a manter e dar continuidade ainda com mais idosos, seja qual for a sua condiçao económica e social. Assim toda a população vai beneficiar de mais apoio, ajuda e também a criação e manutenção de mais postos de trabalho na nossa aldeia.

Enviar um comentário