Está a ler o arquivo 2005-2009 do Beijós XXI. A partir de 2010, o blogue passou a ser publicado no endereço http://beijozxxi.blogspot.com

segunda-feira, 3 de setembro de 2007

FESTAS DE SETEMBRO 1959


Esta foto é 1959, atrás na foto está que foi tirada nas festas de Setembro.

Antes as festas de Beijós eram em Setembro?????

Será que alguém sabe.

Conseguem reconhecer o local e identificar as pessoas.


Foto cedida por: Adelaide Coelho Batista

9 Beijos:

Tobias disse...

Todas as caras me são familiares, mas as que reconheço mesmo são; a minha avó Isabel da fontanheira e a tia Albertina.

nelly disse...

bem não conheço nenhuma pessoa, mas a foto pareçe que é tirada ao pé do coreto...

e o coreto pareçe que era feito de madeira, não sei se era ou não....

e tb não sei se as festas eram em setembro...

joão da fruta disse...

da dta para a esq:
d. cremildinha; esposa do sr. adolfo; esposa do sr. almeida; mae da d. amelinha.
??; ??; tia isabelinha da fontanheira
digo eu, n sei...

joão da fruta disse...

quem fez a festa nesse ano foi o sr. antonio tavares, o sr. macedo e o sr. artur cortês. foi tirada no recinto

willoughby disse...

O que se vê em madeira não era o coreto, mas sim a dancingue, em terra batida, regada com a água distribuida pelo crivo do regador, então, de chapa zincada, daqueles que o nosso Querido Amigo João dos Santos Fernandes (Vulgo JOÃO GATO) sabia fazer muito bem.
Naquela altura ainda não havia dancingue definitivo.Era reservado um espaço, todo os anos, com uma cerca, gradeamento em ripas de madeira, enfeitado com papéis decorativos. À entrada era feito um arco de mimosas, com rama verde, onde se controlavam as entradas dos homens, que tinham que pagar um segundo bilhete, para dançar naquele lugar.
Então, normalmente, a festa era abrilhantada por dois conjuntos musicais, que se revezavam, tocando dois ou três número cada um, conforme o acordado entre eles.

Estas festas do Povo, em Beijós, realizavam-se sempre no primeiro fim de semana de Setembro, só que, infelizmente, a Senhora do Castelo "abria as portas ao inverno" e lá vinham umas chuvadas, para abater o pó, estragando, quase sempre as festas. Talvez que, por isso, além da presença de maior número de imigrantes, tenha havido a decisão de realizarem as festas em Agosto!:)

willoughby disse...

Corrijo: "....mas sim o dancingue...."

beijokense disse...

1. Eu tenho (apenas!!) 40 anos e lembro-me bem de as festas serem em Setembro e das estruturas de madeira que eram construidas para o restaurante e área de dança.

2. Estas festas ficaram gravadas para a posteridade em 5-9-59, como ficou assinalado neste post

Isabel Clara disse...

Da esq. para dta:aminha avó Isabel, mãe da minha mãe, a tia Albertininha, a prima Trindade, a mulher do sr. Adolfo e a tia Cremilde. Atrás, se bem lembro do que a minha mãe me disse, são 2 primas de Lisboa.

beijokense disse...

Se as identificações estão correctas, seria preciso um verdadeiro tratado de genealogia para explicar as relações de parentesco entre estas senhoras :D

Já agora, "a mulher do sr. Adolfo" chama-se Victória.

Enviar um comentário